25 maio 2022

Pensamento


 “Os crentes de todas as religiões, junto com os homens de boa vontade, abandonando qualquer forma de intolerância e discriminação, estão convocados a construir a paz.”

Papa S. João Paulo II

23 maio 2022

Pensamento


Ter fé é acreditar naquilo que não se vê; 

a recompensa por essa fé é ver aquilo em que se acredita.


Santo Agostinho

21 maio 2022

6º Domingo da Páscoa (Ano C)

 A minha partilha deste fim de semana.

«Na liturgia deste domingo sobressai a promessa de Jesus de acompanhar de forma permanente a caminhada da sua comunidade em marcha pela história: não estamos sozinhos; Jesus ressuscitado vai sempre ao nosso lado.

No Evangelho, Jesus diz aos discípulos como se hão-de manter em comunhão com Ele e reafirma a sua presença e a sua assistência através do “paráclito” – o Espírito Santo.»

.........................

Referências Bíblicas
Atos  dos Apóstolos 15,1-2.22-29
Salmo 66 (67)
Apocalipse 21,10-14.22-23
Evangelho de  S.João 14,23-29


Salmo 66 (67)

Refrão 1: Louvado sejais, Senhor, pelos povos de toda a terra.
Refrão 2: Aleluia.

Deus Se compadeça de nós e nos dê a sua bênção,
resplandeça sobre nós a luz do seu rosto.
Na terra se conhecerão os vossos caminhos
e entre os povos a vossa salvação.

Alegrem-se e exultem as nações,
porque julgais os povos com justiça e
governais as nações sobre a terra.

Os povos Vos louvem, ó Deus,
todos os povos Vos louvem.
Deus nos dê a sua bênção
e chegue o seu louvor aos confins da terra.


Evangelho de São João 14,23-29

Naquele tempo,
disse Jesus aos seus discípulos:
«Quem Me ama guardará a minha palavra e meu
 Pai o amará; Nós viremos a ele
e faremos nele a nossa morada.
Quem Me não ama não guarda a minha palavra. 
Ora a palavra que ouvis não é minha,
mas do Pai que Me enviou.
Disse-vos estas coisas, estando ainda convosco.
 Mas o Paráclito, o Espírito Santo,
que o Pai enviará em meu nome,
 vos ensinará todas as coisas
e vos recordará tudo o que Eu vos disse.
 Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz.
 Não vo-la dou como a dá o mundo.
Não se perturbe nem se intimide o vosso coração.
 Ouvistes o que Eu vos disse:
Vou partir, mas voltarei para junto de vós.
Se Me amásseis,
ficaríeis contentes por Eu ir para o Pai, 
porque o Pai é maior do que Eu.
Disse-vo-lo agora, antes de acontecer,
para que, quando acontecer, acrediteis».

(É impressionante essa pedagogia de um Deus – o nosso Deus – que nos deixa ser os construtores da nossa própria história, mas não nos abandona. De forma discreta, respeitando a nossa liberdade, Ele encontrou formas de continuar connosco, de nos animar, de nos ajudar a responder aos desafios, de nos recordar que só nos realizaremos plenamente na fidelidade ao “caminho” de Jesus).


Palavras para o caminho

Que fazemos da Palavra? Em cada domingo a Palavra é-nos oferecida. Que fazemos dela? Ela é o “fio condutor” da nossa semana? Ou esquecemo-la mal a escutamos? Nesta semana, procuremos recordar a Palavra evangélica e deixemo-nos transformar por ela. O Espírito Santo ensinar-nos-á, far-nos-á compreender, diz-nos Jesus. Basta estarmos abertos à sua ação!


Desejo-vos um bom domingo,
com o meu abraço na paz de
Cristo Ressuscitado.

Imagens Google

19 maio 2022

Pensamento de Madre Teresa de Calcutá

 


Um coração alegre

 é o resultado

normal de

um coração

inundado de amor.


Madre Teresa de Calcutá

17 maio 2022

Reflexão


 A violência destrói o que ela pretende defender:

a dignidade  da vida,

a liberdade do ser humano.

Papa S. João Paulo II


14 maio 2022

5º Domingo da Páscoa (Ano C)

A minha partilha deste fim de semana - 6º Domingo da Páscoa:

O  tema  fundamental  da  liturgia  deste  domingo  é  o  do  amor:  o  que  identifica  os seguidores de Jesus é a capacidade de amar até ao dom total da vida.

No Evangelho, Jesus despede-Se dos seus discípulos e deixa-lhes em testamento o “mandamento novo”: “amai-vos uns aos outros, como Eu vos amei”. É nessa entrega radical da vida que se cumpre a vocação cristã e que se dá testemunho no mundo do amor materno e paterno de Deus.

Referências Bíblicas
 Actos dos Apóstolos 14,21b-27
Salmo 144
Apocalipse 21,1-5a
Evangelho de João 13,31-33a.34-35



Salmo 144

Refrão 1:     Louvarei para sempre o vosso nome, 
Senhor, meu Deus e meu Rei.
Refrão 2:    Aleluia.
O Senhor é clemente e compassivo, paciente e cheio de bondade.
O Senhor é bom para com todos
e a sua misericórdia se estende a todas as criaturas.

Graças Vos deem, Senhor, todas as criaturas e bendigam-Vos os vossos fiéis.
Proclamem a glória do vosso reino
e anunciem os vossos feitos gloriosos.

Para darem a conhecer aos homens o vosso poder, a glória e o esplendor do vosso reino.
O vosso reino é um reino eterno,
o vosso domínio estende-se por todas as gerações.


Evangelho de João 13,31-33a.34-35

Quando Judas saiu do cenáculo, 
disse Jesus aos seus discípulos:
«Agora foi glorificado o Filho do homem
e Deus glorificado n’Ele.
Se Deus foi glorificado n’Ele,
Deus também O glorificará em Si mesmo
 e glorificá-l’O-á sem demora.
Meus filhos, é por pouco tempo
 que ainda estou convosco. 
Dou-vos um mandamento novo:
que vos ameis uns aos outros. 
Como Eu vos amei,
amai-vos também uns aos outros.
Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos:
se vos amardes uns aos outros».

(O amor (igual ao de Jesus) que os discípulos manifestam  entre si será visível para todos  os  homens  (vers.  35).  Esse  será  o distintivo  da  comunidade  de  Jesus.  Os discípulos de Jesus não são os depositários de uma doutrina ou de uma ideologia, ou os observantes de leis, ou os fiéis cumpridores de ritos; mas são aqueles que, pelo amor que partilham, vão ser um sinal vivo do Deus que ama. Pelo amor, eles serão no mundo sinal do Pai.).


Palavras para o caminho
«Como Eu vos amei”. Exigência deste “como”… porque Jesus não fingiu amar-nos! No caminho desta semana, vou encontrar homens, mulheres, jovens, crianças…  Como vou  amá-los  “como  Jesus”?  Isto  é, sem  fingimentos,  gratuitamente,  sinceramente, dando-me a eles com o melhor de mim mesmo… A nossa vida de batizados deve ser  sinal no meio da descrença e da indiferença do mundo. Segundo o amor que teremos uns para com os outros… todos verão que somos discípulos de Cristo!



Desejo-vos um bom domingo e
continuação de santa Páscoa.
Com o meu abraço na Paz de Cristo Ressuscitado.

Imagens Google

12 maio 2022

Oração


 Maria, envolve-nos no manto

do teu silêncio, e comunica-nos

a fortaleza da tua Fé,

a altura da tua Esperança

e a profundidade do teu Amor.

Ámen

Ignacio Larrañaga

In O Sentido da Vida

Orações e reflexões
 para cada dia do ano


09 maio 2022

Reflexão do dia




 Dizem que a paciência é a arte de

esperar. Prefiro pensar que á a arte de

saber, porque o que se sabe espera-se.

A arte de saber é aceitar com paz

que somos essencialmente limitados,

que queremos muito e podemos pouco,

que com grandes esforços vamos

conseguir pequenos resultados.

Eis aqui, pois, a sabedoria:

saber e aceitar desde logo que

a realidade é assim, sem se deixar 

abater por complexos de culpa

ou sentimentos de tristeza

ao comprovar o pouco que podemos, 

quão baixo voamos comparados

com a altura de Jesus!

De outro modo, as ilusões,

pela via da desilusão,

conduzir-nos-ão à frustração.


Ignacio  Larrañaga

In O Sentido da Vida

Orações e reflexões
para cada dia do ano