27 dezembro 2009

Festa da Sagrada Família


Neste dia, depois de termos acolhido em nós a mensagem de amor do Deus Menino, celebremos a festa da Sagrada Família pedindo a Deus que por intercepção de Jesus e de Sua Mãe Maria Santíssima interceda pelas Famílias do mundo inteiro, principalmente pelas que sofrem os tormentos da guerra, das intempéries, da doença, que perderam os seus entes queridos e as que vivem em discórdia.
Que o Senhor a todos acolha em seu coração e ajude a caminhar com alento e Fé na alegria da Sua Ressurreição.

Partilho com todos vós esta oração:

Oração da família

"Senhor, nosso Pai,
Tu quiseste que o Teu Filho
nascesse e crescesse
no seio de uma família como as outras.
Assim, ao longo de uma vida simples,
Ele aprendeu, pouco a pouco
de José e de Maria
a tornar-Se adulto
e a descobrir a sua missão.

Por isso, Senhor, nosso Pai,
nós Te pedimos que as famílias de hoje
sejam fortes, estáveis e vivam em harmonia.
Que cada um atinja o pleno desenvolvimento
na alegria de estar juntos, até ao perdão.
Que elas escutem todos os apelos
vindos de fora.

Pai, tu que és todo Ternura,
concede às famílias feridas pela doença,
o luto, a divisão ou a ruptura,
a coragem de continuarem a crescer
e a esperar em Ti,
sem nunca perderem a confiança.
Que cada família acolha o Teu Espírito
e, dia após dia, d’Ele receba a inspiração.
Isto é vital para a Igreja.
Isto é vital para o mundo."

(Cardeal G. Dannels, Bélgica)

Imagem cedida gentilmente pela Net

24 dezembro 2009

Uma Luz brilhará para todos nós!


Para todos vós meus amigos com quem tenho tido o privilégio de percorrer estes últimos tempos neste espaço da blogosfera e de quem tenho recebido tantas provas de carinho e amizade e também para quem passa por aqui em silêncio, quero expressar o meu agradecimento e desejar-vos e a vossas famílias um

SANTO e FELIZ NATAL!

Que o Menino Deus que vem de novo ao nosso encontro para nos lembrar que está sempre presente nas nossas vidas, que nunca nos deixa sós, renove em nós a Esperança de caminharmos sempre com Ele em nossos corações.


Um beijinho com a minha amizade
e carinho para todos vós.
Ailime
24-12-2009
Imagem cedida pela net

20 dezembro 2009

22º Dia do Advento - 4º Domingo

Miqueias 5,1-4ª

«De ti, Belém - Efratá, pequena entre as cidades de Judá, de ti sairá aquele que há-de reinar sobre Israel. As suas origens remontam aos tempos de outrora, aos dias mais antigos. Por isso Deus os abandonará até à altura em que der à luz aquela que há-de ser mãe. Então voltará para os filhos de Israel o resto dos seus irmãos.Ele se levantará para apascentar o seu rebanho pelo poder do Senhor, pelo nome glorioso do Senhor, seu Deus. Viver-se-á em segurança, porque ele será exaltado até aos confins da terra. Ele será a paz».

A vinda do Senhor está próxima!
Ele que foi enviado por Deus com a missão de nos libertar e salvar oferecendo-nos um mundo novo, uma vida nova, livre de angústias e de qualquer tipo de escravidão, onde todos os povos possam ter direito a viver com dignidade.
Deus nunca falta às suas promessas.
Como cristã cabe-me agora acolher de novo com humildade Seu Filho, Jesus, e com Ele em mim renascer para uma nova vida onde a concórdia e o amor sejam realidades concretas do meu dia a dia; seja na minha vida em família, no meu local de trabalho, onde o Senhor me quiser.
No mundo de hoje onde as relações humanas são cada vez mais frias e distantes, onde a espiritualidade anda afastada de muitos de nós, que eu saiba merecer O Senhor para melhor fazer a Sua vontade.



Evangelho – Lc 1,39-47

«Naqueles dias,
Maria pôs-se a caminho
e dirigiu-se apressadamente para a montanha,
em direcção a uma cidade de Judá.
Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel.
Quando Isabel ouviu a saudação de Maria,
o menino exultou-lhe no seio.
Isabel ficou cheia do Espírito Santo
e exclamou em alta voz:
«Bendita és tu entre as mulheres
e bendito é o fruto do teu ventre.
Donde me é dado
que venha ter comigo a Mãe do meu Senhor?
Na verdade, logo que chegou aos meus ouvidos
a voz da tua saudação,
o menino exultou de alegria no meu seio.
Bem-aventurada aquela que acreditou
no cumprimento de tudo quanto lhe foi dito
da parte do Senhor».
O meu compromisso:

Celebrar com júbilo a vinda de Jesus e partilhar com os irmãos que ainda não O conhecem que Deus é Amor e com Ele em nós poderemos desfrutar de uma vida diferente, uma vida com sentido, onde a Justiça, o Amor e a Paz têm lugar.

****************
Nesta reflexão que foi a minha ultima participação neste nosso caminhar De Mãos Dadas
no Advento, quero agradecer ao Senhor o quanto gratificante foi para mim esta partilha.
Uma experiência inesquecível que vou guardar como um “tesouro” bem no fundo do meu coração.
O meu bem-haja a todos vós e que o Menino da Luz a todos guarde e ilumine.
Para todos os meus votos de um Feliz e Santo Natal.
Ailime

Imegens cedidas gentilmente pela net

Amanhã teremos a partilha da Teresinha

http://teresa-desabafos.blogspot.com/


13 dezembro 2009

15º Dia do Advento – 3º Domingo

1º Is 9, 1-2
«O povo que andava nas trevas viu uma grande luz; habitavam numa terra de sombras, mas uma luz brilhou sobre eles. Multiplicaste a alegria, aumentaste o júbilo; alegram-se diante de ti como os que se alegram no tempo da colheita, como se regozijam os que repartem os despojos.»

Na continuação desta partilha de Advento peço ao Senhor da Luz, que brevemente estará de novo junto de nós, me auxilie a ir ao Seu encontro na alegria de O saber um Deus de Amor, Justo e Misericordioso!
Que a alegria seja uma constante na minha vida para que a minha noite onde ainda pressinto alguns temores e angústias se vá dissipando de modo a encontrar em cada amanhecer a certeza da Sua presença em mim, Ele que encarnou para nos libertar do pecado e nos dar a Sua salvação.
Que neste Advento o Espírito Santo me ilumine e fortifique, de modo a que possa dar um testemunho alegre de Jesus levando a esperança da Sua Ressurreição junto dos que vivem mais sós, abandonados e doentes!


«Deus é o meu Salvador,
tenho confiança e nada temo.
O Senhor é a minha força e o meu louvor.
Ele é a minha salvação.
Tirareis água com alegria das fontes da salvação.
Agradecei ao Senhor, invocai o seu nome;
anunciai aos povos a grandeza das suas obras,
proclamai a todos que o seu nome é santo.
Cantai ao Senhor, porque Ele fez maravilhas,
anunciai-as em toda a terra.
Entoai cânticos de alegria, habitantes de Sião,
porque é grande no meio de vós o Santo de Israel.»
Is 12,2-3.4bcd.5-6

Faço meu compromisso:
Aceitar com alegria e benevolência as vicissitudes do dia a dia, orando ao Senhor para que me guie e ilumine para assim O poder acolher com o meu coração renovado.

Amanhã seguiremos a Teresinha em
http://teresa-desabafos.blogspot.com/
Imagens cedida gentilmente pela Net

08 dezembro 2009

Dia da Imaculada Conceição (08.12.2009)


Anunciação do Anjo a Maria:

O Anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia chamada Nazaré,
a uma Virgem desposada com um homem chamado José,
que era descendente de David.
O nome da Virgem era Maria. Tendo entrado onde ela estava, disse o Anjo:
«Ave, cheia de graça, o Senhor está contigo».
Ela ficou perturbada com estas palavras e pensava que saudação seria aquela.
Disse-lhe o Anjo:
«Não temas, Maria,
porque encontraste graça diante de Deus.
Conceberás e darás à luz um Filho,
a quem porás o nome de Jesus.
Ele será grande e chamar-Se-á Filho do Altíssimo.
O Senhor Deus Lhe dará o trono de seu pai David;
reinará eternamente sobre a casa de Jacob
e o seu reinado não terá fim».
..........
«O Espírito Santo virá sobre ti
e a força do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra.
Por isso o Santo que vai nascer será chamado Filho de Deus.
..........
Maria disse então:
«Eis a escrava do Senhor;
faça-se em mim segundo a tua palavra».

Do: Evangelho de de S. Lucas 1, 26-38

Glorifiquemos a Vírgem Santíssima, Santa Mãe de Deus.

Magnificat

A minha alma glorifica o Senhor
E o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador.
Porque pôs os olhos na humildade da sua Serva:
de hoje em diante me chamarão bem aventurada, todas as gerações.
O Todo-Poderoso fez em mim maravilhas:
Santo é o seu nome.
A sua misericórdia se estende de geração em geração
Sobre aqueles que o temem.
Manifestou o poder do seu braço
E dispersou os soberbos.
Derrubou os poderosos de seus tronos
E exaltou os humildes.
Aos famintos encheu de bens
aos ricos despediu de mãos vazias.
Acolheu a Israel, seu servo,
Lembrado da sua misericórdia,
Como tinha prometido a nossos pais,
A Abraão e à sua descendência para sempre
Glória ao Pai e ao Filho E ao Espírito Santo,
como era no princípio, Agora e sempre. Ámen.
Imagens cedidas gentilmente pela Net.
Ailime em 08.12.09


06 dezembro 2009

8º DIA DO ADVENTO - 2º DOMINGO


“Falai, Senhor, que o vosso servo escuta!”
1 Sm. 3,9).


Advento tempo de silêncio, tempo de escuta, de esperança e serviço!
Vou tentar fazer silêncio em mim no sentido de melhor me preparar para a Vinda do Senhor, Ele que está sempre connosco!
Por vezes no meu dia a dia devido aos muitos afazeres e aos ruídos vários existentes no mundo de hoje não escuto com a devida atenção a voz de Deus que fala ao meu coração e me pede que Lhe faça companhia orando mais, louvando-O pelas maravilhas que vai operando na minha vida!
Quero também neste Advento manter bem viva a Esperança dentro de mim, na firmeza com que pedirei ao Senhor para me ajudar a libertar das minhas fragilidades, das minhas limitações, das minhas imperfeições, a aceitar os outros como o são nas suas diferenças, a olhar cada outro com o olhar misericordioso de Jesus!
Com a ajuda de Sua Mãe Maria Santíssima gostaria de fortalecer a minha disponibilidade no serviço aos irmãos que se encontram mais sós, tristes, abandonados e doentes!
Como Maria aprender a dizer sempre sim como quando exclamou diante do Anjo:



"Faça-se em mim segundo a vossa palavra”, (Lc 1,38).

É este o meu compromisso em atitude de obediência à voz de Deus para que possa transformar a minha vida numa constante conversão caminhando com amor e alegria, aceitando com humildade o que Senhor tem destinado para mim.


Ailime
Imagens: gentileza da Net

29 novembro 2009

1º Domingo do Advento


Neste tempo de Advento, que agora se inicia auxilia-me, Senhor, a preparar-me para Te receber de forma condigna, ajudando-me a arrancar do meu coração todas as ervas daninhas que ainda o habitam: o meu orgulho, o meu egoísmo, as minhas incompreensões, enfim tudo aquilo que só Tu, Senhor, tão bem conheces!
Tu que és Deus connosco mas que na Tua Omnipotência "insistes" em lembrar-me que nasceste da forma mais humilde que pode ter existido, tendo por berço uma manjedoura onde a Tua Excelsa Mãe Maria e S. José Te apresentaram ao Mundo que teima em não Te conhecer!
Vem Senhor Jesus, vem depressa encher de Esperança os corações de todo este povo, o povo que tanto amas e que ainda não compreendeu na oração tão simples que ensinaste aos teus apóstolos quando Te perguntaram como haviam de orar, a dimensão da Tua mensagem:

Através do "Pai-Nosso" renovo a minha fidelidade ao Amor que me dedicas:

"Pai-nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém."

Vem, Senhor, não tardes!

(Ailime-29.11.09)

Imagem: gentileza da Net

22 novembro 2009

NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, REI DO UNIVERSO

Hoje a Igreja celebra a Solenidade de Jesus Cristo, Rei e Senhor do Universo.
Partilho com todos vós um texto que resume o significado deste dia tão importante para todos os homens e que encontrei inserido no mesmo contexto no site :

“Jesus, Rei do tempo e Rei da eternidade. Rei, porque amou tanto o mundo que deu a Sua vida. Rei, porque é o único que nos ama totalmente. O único que daria de novo Sua vida por nós.
O Seu amor é tão sublime, que perdoa os seus verdugos. Que engendra uma nova raça de homens: os cristãos.
O amor é o princípio da libertação, assim como o pecado e o egoísmo são o princípio da escravidão.
Rei, porque milhões e milhões de cristãos seguindo suas pegadas por múltiplas gerações cristãs O proclamam, livre, voluntária e alegremente Rei de nossos corações.
Podemos proclamá-lo Rei como em um prolongado e triunfante Domingo de Ramos, acompanhado de hossanas jubilosos e podemos tristemente como aquela multidão daquela Sexta-feira Santa da História, gritar de novo: "fora com este! Não temos outro rei senão... César!".
Nós, os súbitos de Cristo Rei temos que inaugurar e promover seu reinado em nós, em nossas famílias, em nossos bairros, em nossas ruas, em nossos lugares de trabalho, em nossas paróquias, em nossa região e em nossa pátria. Só assim a nossa vida será prova e testemunho de que O reconhecemos como o Rei e de que a Ele rendemos toda honra e toda a glória.
Para um cristão a melhor e única maneira de viver o reino é a sua pertença na Igreja. Pertencer à Igreja não é uma forma de isolar-se mas de buscar o irmão. O cristão é o homem apaixonado pela verdade do homem. O interesse do homem é o interesse de Deus, o interesse de Deus, o interesse de Jesus. Toda a verdade do homem, tanto a íntima e afectiva, como a social e política, têm seu alicerce e perfeição em Cristo.”

Imagem: gentileza da Net

14 novembro 2009

Salmo de David (nº139)


Partilho com todos vós este salmo, que embora de súplica, "desenvolve-se com as características de uma meditação sapiensal sobre o papel de Deus na condução da vida humana e sobre os profundos e insondáveis caminhos por onde Ele a conduz. A atitude sugerida é a de uma entrega total a essa sabedoria."


"SENHOR, Tu examinaste-me e conheces-me,
sabes quando me sento e quando me levanto;
à distância conheces os meus pensamentos.
Vês-me quando caminho e quando descanso;
estás atento a todos os meus passos.

Ainda a palavra me não chegou à boca,
já Tu, SENHOR, a conheces perfeitamente.

Tu me envolves por todo o lado
e sobre mim colocas a Tua mão.

É uma sabedoria profunda, que não posso compreender;
tão sublime, que a não posso atingir!

Onde é que eu poderia ocultar-me do Teu espírito?
Para onde poderia fugir da Tua presença?

Se subir aos céus, Tu lá estás;
se descer ao mundo dos mortos, ali Te encontras.

Se voar nas asas da aurora
ou for morar nos confins do mar

mesmo aí a Tua mão há-de guiar-me
e a Tua direita me sustentará.
Se disser: "Talvez as trevas me possam esconder,
ou a luz se transforme em noite à minha volta",

nem as trevas me ocultariam de Ti
e a noite seria, para Ti, brilhante como o dia.
A luz e as trevas seriam a mesma coisa!

Tu modelaste as entranhas do meu ser
e formaste-me no seio de minha mãe.

Dou-Te graças por tão espantosas maravilhas;
admiráveis são as Tuas obras.

Quando os meus ossos estavam a ser formados,
e eu, em segredo, me desenvolvia,
tecido nas profundezas da terra,
nada disso Te era oculto.

Os Teus olhos viram-me em embrião.
Tudo isso estava escrito no Teu livro.
Todos os meus dias estavam modelados,
ainda antes que um só deles existisse.

Como são insondáveis, ó Deus, os Teus pensamentos!
Como é incalculável o seu número!
Se os quisesse contar, seriam mais do que a areia;
e, se pudesse chegar ao fim, estaria ainda Contigo.

Examina-me, SENHOR, e vê o meu coração;
põe-me à prova para saber os meus pensamentos.

Vê se é errado o meu caminho
e guia-me pelo caminho eterno."

In: Bíblia Sagrada
Imagem: gentileza da Net

06 novembro 2009

Uma vela acesa

"Uma vela sozinha não reza,
mas Tu, Senhor, gostas desta simples vela,
que eu acendo com amor.
Seja como a Tua luz
que ilumina as minhas dificuldades
e as minhas decisões.
Seja como o Teu fogo
que queima em mim
o egoísmo e o orgulho.

Senhor, não posso ficar
muito tempo aqui, neste santuário,
a não ser com o coração.
Por isso, aqui deixo a arder esta vela.
É uma pequena parte de mim
que quero oferecer-Te:
como uma oração contínua
pelo resto da minha vida."

Anónimo
(Edições Paulinas)
Imagem:gentileza da Net

01 novembro 2009

SOLENIDADE DE TODOS OS SANTOS (01.11.2009)


Os Santos, tendo atingido pela multiforme graça de Deus a perfeição e alcançado a salvação eterna, cantam hoje a Deus no Céu, o louvor perfeito e intercedem por nós. A Igreja proclama o mistério pascal, realizado na paixão e glorificação deles com Cristo, propõe aos fiéis os seus exemplos, que conduzem os homens ao Pai por Cristo; e implora, pelos seus méritos, as bênçãos de Deus. Segundo a sua tradição, a Igreja venera os Santos e as suas relíquias autênticas, bem como as suas imagens. É que as festas dos Santos proclamam as grandes obras de Cristo nos Seus servos e oferecem aos fiéis os bons exemplos a imitar» (Constituição Litúrgica, n.º 104 e 111).


«Naquele tempo, ao ver as multidões, Jesus subiu ao monte e sentou-Se. Rodearam-n’O os discípulos e Ele começou a ensiná-los, dizendo:

«Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o reino dos Céus.

Bem-aventurados os humildes, porque possuirão a terra.

Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados.

Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.

Bem-aventurados os piedosos, porque alcançarão misericórdia.

Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus.

Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus.

Bem-aventurados os que sofrem perseguição por amor da justiça, porque deles é o reino dos Céus.

Bem-aventurados sereis, quando, por minha causa, vos insultarem, vos perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós.

Alegrai-vos e exultai, porque é grande nos Céus a vossa recompensa»».


Evangelho S.Mt 5, 1-12a
In:Bíblia Sagrada

Imagem: gentileza da Net

24 outubro 2009

Cântico da Esperança

Não peça eu nunca
para me ver livre de perigos,
mas coragem para afrontá-los.

Não queira eu
que se apaguem as minhas dores,
mas que saiba dominá-las
no meu coração.

Não procure eu amigos
no campo da batalha da vida,
mas ter forças dentro de mim.

Não deseje eu ansiosamente
ser salvo,
mas ter esperança
para conquistar pacientemente
a minha liberdade.

Não seja eu tão cobarde, Senhor,
que deseje a tua misericórdia
no meu triunfo,
mas apertar a tua mão
no meu fracasso.

Rabindranath Tagore,
in "O Coração da Primavera"

Imagem:gentileza da Net




15 outubro 2009

Dia de Santa Teresa d´Ávila - Nada te Turbe

Hoje comemora-se o dia de Santa Teresa d'Ávila.
(Santa Teresa de Jesus):
(1515-1582)

Nada te turbe;
Nada te espante;
…Quem a Deus tem,
Nada lhe falta.

Partilho com todos vós esta reflexão, cantada neste vídeo pela comunidade dos Irmãos de Taizé:
Music: J. Berthier Text: St. Teresa de Ávila.

09 outubro 2009

Barack Obama - Prémio Nobel da Paz 2009


Hoje, como habitualmente, sentada no meu cantinho num dos bancos do comboio aquando do regresso a minha casa, depois de mais um dia de trabalho, ouvindo rádio através do meu telemóvel, eram precisamente 19h, 12m, fui como que despertada pela notícia de que tinha sido atribuído o PRÉMIO NOBEL DA PAZ a BARACK OBAMA!
Sorri para comigo e ao mesmo tempo senti os meus olhos humedecerem-se com um pouco daquele mar que por vezes me inunda não só os olhos, mas também a alma, todo o meu ser!
Fiquei feliz! Maravilhada! Esperançada!
Lembrei-me de Luther King,
de Madre Teresa,
de S. Francisco de Assis,
do Papa João Paulo II.
Vieram-me também à memória outros nomes de homens e mulheres conhecidos ou não e que na pacatez das suas vidas a têm dedicado e oferecido lutando para que a Paz seja uma realidade neste nosso mundo cada vez mais atribulado.

É preciso acreditar e ter esperança de que um dia tal acontecerá!

Louvei o meu Senhor agradecendo-LHE este acontecimento, porque aprecio e simpatizo com o Presidente OBAMA, porque tenho esperança de que com a sua inteligência e humildade ajude a construir um mundo melhor!

Em jeito de homenagem deixo um pequeno excerto do Sermão da Montanha, do Evangelho de S. Mateus (Cap.5-1):

"Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a face e Deus.
Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus.
Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da Justiça, porque deles é o Reino dos Céus."

Ailime, em 09-10-2009
(22h26m)

04 outubro 2009

Deus é Deus


Hoje comemora-se S. Francico de Assis. Compartillho convosco uma das suas orações:

Vendo a obra, vejo Deus; sentindo Deus, sou Amor.
Oh!... quantas coisas se escondem de mim, de vós, de todos, filhos do Criador.
Sinto-me nada, ante a grandeza do universo; sinto-me verme, pelas belezas que desconhece o meu coração.

Deus tem filhos no mar, nas estrelas, no ar;
Deus tem filhos nas árvores e na terra.
Deus tem filhos até nas guerras.

Que beleza a função da natureza!...
Vejo a luz surgir no escuro,
vejo a vida perfeita nos monturos;
vejo o céu nas águas do mar,
vejo e sinto o Amor no amar.

Quando descanso, a natureza trabalha;
quando durmo, a natureza trabalha;
quando trabalho, a natureza trabalha;
Que eu sou?... Nada, diante desta batalha.

Deus é Deus dos justos,
Deus é Deus dos párias,
Deus é Deus dos que viajam,
Deus é Deus dos que ficam em casa!...
Deus é Deus das sombras,
Deus é Deus da luz,
Deus é Deus das trevas, Deus é Deus de Jesus!...

Quando estou cansado, Deus está ocupado;
quando estou reclamando, Deus esta obrando.
Quando blasfemo, Deus esta entendendo;
quando tenho ódio, Deus esta amando.
Quando estou triste, Deus esta sorrindo.

Deus é Sabedoria e eu estou sonhando!...
Que beleza a natureza!...
Que beleza a profundeza da existência, e do existir.
Eu não compreendo, mas luto para me corrigir, porém, em frações do tempo, logo quero ajuntar e Deus repartir.
Quero colher, quero usurpar; e Deus passa por mim a semear!...
Luto de novo, mas ainda não sei lutar;
penso na disciplina, mas não me deixo disciplinar.
Avanço... caio! torno a avançar.
E Deus me ouve, passa novamente pôr mim, olha para meus olhos, sente meu coração. E fala baixinho em meu ouvido: vem, vou te ensinar a amar.
Deus se retira!... sinto sua ausência!... Peço clemência! Mesmo assim, Deus não se esquece de mim.
Manda um anjo em meu encalço, num carro fulgurante de luz.
E de braços abertos, caio por terra; pensei que era o Cristo de Deus, que era Jesus!
E o cortejo dos céus entra em mim, em cântico de louvor.
Abre o meu coração, deixando dentro dele um tesouro de luz!...
O tesouro da dor.

Grata Mer, porque através do seu BLOG
http://retirodoeden.blogspot.com/, tomei conhecimento de que hoje se comemora S. Francisco de Assis, um Santo da Igreja que tanto admiro.
Um beijinho.
Ailime
Imagem obtida na net

02 outubro 2009

Salmo 23

O Senhor é o meu pastor; nada me faltará.
Deitar-me faz em pastos verdejantes; guia-me mansamente a águas tranqüilas.
Refrigera a minha alma; guia-me nas veredas da justiça por amor do seu nome.
Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.
Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos; unges com óleo a minha cabeça, o meu cálice transborda.
Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida, e habitarei na casa do Senhor por longos dias.


In "Bíblia Sagrada"

imagem obtida na net

19 setembro 2009

SIM

"Senhor,
não largues a Tua mão de cima dos meus ombros:
força-me a dobrar,
obriga-me a aceitar
o jugo que me queiras impor
e, se eu tentar fugir,
não me deixes, Senhor.

Não me deixes soltar os pulsos das amarras
que me trazem acorrentada ao teu divino querer,
não consintas sequer que eu tente alargar as cordas,
deixa-me antes morrer.

Não te importes que eu soluce e gema
e exponha o meu martírio à Tua clemência:
não escutes a minha prece nem diminuas
a Tua exigência.

Ainda que eu Te peça,
nunca me mandes do céu outro manjar,
aprenderei a comer o que me deste
quando a fome apertar.

A culpa é minha, Senhor, da minha fome
- está cheio da Tua graça tudo o que vem a mim!-
mas talvez que, à força de Te dizer que aceito,
consiga um dia, eu toda, tornar-me neste sim."

Autor desconhecido
Imagem obtida na net

15 setembro 2009

Oração de S. Francisco


Senhor, fazei de mim um instrumento de vossa paz;
Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvidas, que eu leve a fé;
Onde houver erros, que eu leve a verdade;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, fazei com que eu procure mais consolar,
que ser consolado;
Compreender, que ser compreendido;
Amar, que ser amado;
Pois é dando que se recebe;
É perdoando, que se é perdoado;
E é morrendo que se vive para a vida eterna.


Imagem obtida na net

12 setembro 2009

Evangelho segundo S. Lucas 6,43-49.

«Não há árvore boa que dê mau fruto, nem árvore má que dê bom fruto.
Cada árvore conhece-se pelo seu fruto; não se colhem figos dos espinhos, nem uvas dos abrolhos.

O homem bom, do bom tesouro do seu coração tira o que é bom; e o mau, do mau tesouro tira o que é mau; pois a boca fala da abundância do coração.»
«Porque me chamais 'Senhor, Senhor', e não fazeis o que Eu digo?
Vou mostrar-vos a quem é semelhante todo aquele que vem ter comigo, escuta as minhas palavras e as põe em prática.
É semelhante a um homem que edificou uma casa: cavou, aprofundou e assentou os alicerces sobre a rocha. Sobreveio uma inundação, a torrente arremessou-se com violência contra aquela casa mas não a abalou, por ter sido bem edificada.
Mas aquele que ouve as minhas palavras e não as pratica é semelhante a um homem que edificou uma casa sobre a terra, sem alicerces. A torrente arremessou-se contra ela, e a casa imediatamente se desmoronou. E foi grande a sua ruína!»

Da Bíblia Sagrada
Imagem obtida na net

05 setembro 2009

Madre Teresa de Calcutá (27 de Agosto de 1910 - 05 de Setembro de 1997)

Hoje, passados doze anos após a sua partida para o Pai, relembro e presto a minha simples homenagem a Madre Teresa de Calcutá, esta Enorme Mulher do séc. XX, que deixou bem patente o seu amor aos mais desprotegidos, aos mais abandonados, aos doentes e famintos, a quem se entregou por inteiro durante toda a sua vida, encarnando verdadeiramente a mensagem de Jesus Cristo. Uma pequena biografia de Madre Teresa:

“Agnes Gonxha Bojaxhiu nome de baptismo da que ficou mundialmente conhecida por Madre Teresa de Calcutá nasceu na Albânia (então Macedónia) em 27-08-1910 e tornou-se cidadã indiana, em 1948. Prémio Nobel da Paz em 1979. Oriunda de uma família católica, aos doze anos já estava determinada a ser missionária. Começou por fazer votos na congregação das Irmãs de Nossa Senhora do Loreto, aos 18 anos, na Irlanda, onde viveu. A sua vida na Índia, começou como professora só ao fim de dez anos sentiu necessidade de criar a congregação das Irmãs da Caridade e dedicar a sua longa vida aos pobres abandonados e mais desprotegidos de Calcutá. Entre as suas prioridades estava matar a fome e ensinar a ler aos "mais pobres entre os pobres", bem como a leprosos, portadores de SIDA e mulheres abandonadas. Depois do Prémio Nobel, em 1979, passou a ser muito conhecida e as Irmãs da Caridade estão em centenas de países do Mundo. O seu exemplo de dedicação sem temer contrair doenças contagiosas, a sua vida exemplar, sempre na sua fé católica deram-lhe, em vida, a certeza de que era santa.
Madre Teresa faleceu na Índia, aos 87 anos, em 5 de Setembro de 1997.
Aguarda-se a sua canonização.”


Algumas reflexões e pensamentos de Madre Teresa:

"Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar.
Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota.

Quando descanso?
Descanso no amor.

Todas as nossas palavras serão inúteis se não brotarem do fundo do coração.
As palavras que não dão luz aumentam a escuridão.

É fácil amar os que estão longe. Mas nem sempre é fácil amar os que vivem ao nosso lado."


Ailime, em 05 -09-2009
Pesquisa e imagens obtidas na net

30 agosto 2009

Reflexão

Neste fim fim-de-semana partilho convosco esta reflexão inserida no link que abaixo reproduzo, rogando a Deus que ilumine o meu coração para que eu possa cada vez mais fazer a Sua vontade:

“Só Deus pode ver o coração,
enquanto os homens, esses, vêem as aparências.
É, pois, com toda a confiança filial
que podemos deixar Deus olhar-nos.
Mas isso é exigente para nós,
porque todas as nossas palavras e todos os nossos gestos
devem estar em harmonia
com o que o nosso coração quer exprimir.
As nossas palavras e orações
devem ser a expressão do nosso amor filial e fraternal.
A lei de Deus está inscrita no nosso coração,
conhecemos a sua vontade,
sabemos muito bem o que Lhe agrada:
cabe a nós pormo-nos de acordo
sobre os nossos comportamentos
e sobre esta vontade de Deus.
Aliás, falta-nos pedir-Lhe:
“Que a tua vontade seja feita!”
Então, talvez Deus dir-nos-á:

“Honras-Me com os lábios,
fazes a minha vontade,

mas o teu coração está longe de Mim”.”


http://www.ecclesia.pt/cgi-bin/comentario.pl?id=387
Imagem obtida na net

22 agosto 2009

Pai Nosso (Reflexão)

Será inútil dizer
"Pai Nosso"
se em minha vida não ajo como filha de Deus,
fechando meu coração ao amor.

Será inútil dizer
"que estais nos céus"
se os meus valores são representados pelos bens da terra.

Será inútil dizer
"santificado seja o vosso nome"
se penso apenas em ser cristã por medo, superstição e comodismo.

Será inútil dizer
"venha a nós o vosso reino"
se acho tão sedutora a vida aqui, cheia de supérfluos e futilidades.

Será inútil dizer
"seja feita a vossa vontade aqui na terra como no céu"
se no fundo desejo mesmo é que todos os meus desejos se realizem.

Será inútil dizer
"o pão nosso de cada dia nos dai hoje"
se prefiro acumular riquezas, desprezando meus irmãos que passam fome.

Será inútil dizer
"perdoai as nossas dívidas,
assim como nós perdoamos aos nossos devedores"
se não me importo em ferir, injustiçar, oprimir e magoar
aos que atravessam o meu caminho.

Será inútil dizer
"e não nos deixais cair em tentação"
se escolho sempre o caminho mais fácil,
que nem sempre é o caminho de Deus.

Será inútil dizer
"livrai-nos do mal"
se por minha própria vontade procuro os prazeres materiais,
e se tudo o que é proibido me seduz.

Será inútil dizer
"Amém"
porque sabendo que sou assim, continuo me omitindo
e nada faço para me modificar.


Reflexão de: Edmilson Duarte Rocha
Imagem obtida na Net

15 agosto 2009

Magnificat


A minha alma glorifica o Senhor *
E o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador.

Porque pôs os olhos na humildade da sua Serva: *
De hoje em diante me chamarão bem aventurada todas as gerações.
O Todo-Poderoso fez em mim maravilhas: *
Santo é o seu nome.

A sua misericórdia se estende de geração em geração *
Sobre aqueles que o temem.
Manifestou o poder do seu braço *
E dispersou os soberbos.

Derrubou os poderosos de seus tronos *
E exaltou os humildes.
Aos famintos encheu de bens *
E aos ricos despediu de mãos vazias.

Acolheu a Israel, seu servo, *
Lembrado da sua misericórdia,
Como tinha prometido a nossos pais, *
A Abraão e à sua descendência para sempre

Glória ao Pai e ao Filho *
E ao Espírito Santo,
Como era no princípio, *
Agora e sempre.
Amen.


15 de Agosto de 2009
(Assunção de Maria, Mãe de Jesus)
Imagem obtida na net

09 agosto 2009

"Descansai um pouco"...

Um texto que me foi enviado por um amigo e que compartilho convosco, neste tempo maravilhoso de férias!...

"A nossa relação com o tempo é uma aprendizagem difícil.
Do tempo que passa depressa demais àquele que parece ter a lentidão da tartaruga estamos sempre em busca de um tempo ideal. Confundimos o urgente com o essencial, queremos a eternidade para alguns momentos e a rapidez para outros. E no meio das escolhas que fazemos, o tempo para descansar é o que mais sofre. Tem um certo ar de desperdício, de oportunidade perdida, de tempo improdutivo, e, contudo, sem descanso não é possível viver bem.
O descanso não é apenas dormir, e só isso já seria importante pois os especialistas dizem que dormimos pouco e mal. Lembro-me como a Bíblia está cheia de sonhos em que Deus fala e revela projectos para humanidade, mas hoje dificilmente nos encontraria em sonos repousantes. Já ouvimos dizer que o dormir é uma “arrumar” da biblioteca de pensamentos e sensações que povoaram o nosso estar acordados. Precisamos absolutamente desta alternância de dormir e acordar, como o nosso planeta precisa do dia e da noite. Mas descansar é mais do que dormir. É saborear o tempo como presente para nós e para os outros, é contemplar o que até julgamos conhecer só porque é visto todos os dias, é reaprender a olhar e a ouvir, é saborear o gosto de pensar e de dialogar libertos da guerra do “ganha ou perde” em que se transformam tantas conversas do quotidiano. Sem descanso facilmente nos transformamos em máquinas, cumprimos horários e atingimos objectivos, mas empobrecemos como pessoas. Julgamos evoluir e, simplesmente, perdemos aquele gosto do viver que é aceitar não dominar nem ser dono de tudo.
Descansar é também passar das mãos fechadas da posse às mãos abertas da gratuidade. E vislumbrar no último desejo, “descansa em paz”, dito e escrito com dor e saudade, um tempo de plenitude e graça que é dom absoluto de Deus!
Bom descanso."

Reflexão de:
Pe. Victor Gonçalves
Imagem obtida na net

02 agosto 2009

Jesus, O Pão da Vida


O pão é um dos alimentos essenciais para a nossa sobrevivência.
E quem não gosta de se deliciar, logo pela manhã, com um pedaço de pão bem quentinho com o seu tão característico cheiro, quando acabado de cozer, barrado com manteiga acompanhado de um saboroso café?
E quantas pessoas no mundo de hoje ainda não têm sequer um pouco deste alimento fundamental para mitigar a sua fome?
Assim, como este pão que nos delicia e alimenta, também há um outro pão que nos pode proporcionar uma vida diferente! Uma vida plena de amor e esperança.
Esse Pão chama-se Jesus Cristo. Ele é o Pão da Vida.
O Pão que desceu do Céu para nos dar vida e vida e em abundância.
Jesus afirmou aos seus discípulos: “quem vem a Mim nunca terá fome e quem acredita em Mim nunca terá sede”. (Jo 6:33-35).
Aproximemo-nos de Jesus acreditando na Sua Palavra, comungando do Seu Corpo, o verdadeiro Pão da Vida. Verificaremos que as nossas vidas mudarão radicalmente.
Fortalecidos n’Ele caminhemos de encontro àqueles nossos irmãos mais descrentes e ajudemos os mais desprezados.
Com Cristo em nós, todos juntos, façamos um mundo melhor, um mundo diferente, onde o essencial sobressaia do supérfluo, onde a vida espiritual seja uma constante nas nossas vidas.
Ele está à nossa espera. Vamos ao Seu encontro.

Ailime
02.08.2009
Imagem obtida na net

26 julho 2009

A simplicidade das coisas...

"É curioso observar
como a vida nos oferece
resposta para as
mais variadas interrogações
do quotidiano.

Vejamos:

A mais longa
caminhada
só é possível
passo a passo.

O mais belo livro do Mundo
foi escrito
letra por letra.

Os milénios
sucedem-se
segundo a segundo.

As mais fortes cachoeiras
formam-se
de pequenas fontes.

A imponência do pinheiro
e a beleza do ipê
começaram, ambas,
na simplicidade das sementes.

Não fosse a gota,
não haveria chuvas.

O mais belo ninho
foi feito
de pequenos gravetos.

A mais bela construção
não se teria realizado
senão a partir
do primeiro tijolo.

As imensas dunas
compõem -se
de minúsculos grãos de areia.

Como refere o
adágio popular:
nos mais pequenos frascos
guardam-se
as melhores fragrâncias.

É quase incrível imaginar
que apenas sete notas musicais
tenham dado vida
à “Ave Maria” de Bach
e à “Aleluia” de Handel.

O brilhantismo de Einstein
e a ternura de Teresa de Calcutá
tiveram que estagiar no período fetal,
e nem mesmo Jesus, expressão maior do Amor
dispensou a fragilidade do berço.

Assim,
Também o Mundo de paz, harmonia e concórdia
com que tanto sonhamos só será construído
a partir de pequenos gestos
de compreensão,
de solidariedade,
de respeito,
de ternura,
de fraternidade.
de benevolência,
de indulgência e
do perdão
no dia a dia.

Ninguém pode mudar o Mundo, mas podemos
mudar uma pequena parcela dele: esta parcela a que chamamos “eu”.
Não é fácil, nem rápido.

mas vale a pena tentar.


Ajudemos o nosso Mundo
Deixemos a nossa marca."

Texto de: Alexandre Garcia (jornalista)

Muito grata a todos os amigos (as) pela vossa amizade, pela vossa marca no meu espaço, que muito me hontra e deixa feliz!
Esta mensagem é também para quem passa em silêncio.
Um beijinho para todos, com muita amizade.
Com carinho,
Ailime

27 junho 2009

Férias...

Para todos vós, meus amigos tão especiais, que me têm proporcionado momentos tão gratificantes, neste espaço da blogosfera, anuncio-vos com um grande sorriso nos lábios:)) que durante algum tempo vou fazer umas pequenas férias e ao mesmo tempo aproveitar para descansar do pequeno ecrã, pois durante todo o ano é através dele que desenvolvo o meu trabalho (que é imenso e muito duro).
Vou tentar recuperar forças para continuar na labuta de todos os dias!...
Espero apanhar bastante ar puro e respirar as brisas marítimas de uma praia da costa alentejana entre pinhais, a foz do rio... e o mar!




Na família todos gostam imenso de mar, com excepção desta vossa amiga que prefere as sombras dos campos verdejantes!
Neste caso todos ficam satisfeitos, porque há um pouco de tudo...
Ultimamente temos vindo a descobrir a costa alentejana que tem praias lindíssimas em recantos muito sossegados que nos proporcionam a tranquilidade e a paz difíceis de encontrar nestes grandes centros urbanos onde habitamos e trabalhamos (embora sejamos privilegiados, porque a Serra de Sintra está mesmo ali ao lado)...mas, é sempre muito bom conhecer outros sítios, outras pessoas, outros costumes...enfim, sair da nossa rotina.



Já agora aproveito esta oportunidade para fazer um convite a quem ainda não conhece esta maravilhosa Serra a visitá-la para admirar os seus belos palácios, castelos e maravilhosos lagos e jardins.

Há sempre um recanto por descobrir que nos deixa deslumbrados....

Um grande beijinho para todos e um até breve.
Vossa amiga,

Ailime

Imagens obtidas na Net

20 junho 2009

Cantai ao Senhor, porque é eterno o seu amor.


A liturgia deste fim-de-semana diz-nos que, ao longo da nossa caminhada pela terra, não estamos perdidos, sozinhos, abandonados à nossa sorte. Deus caminha a nosso lado, cuidando de nós com amor de pai e oferecendo-nos a cada passo a vida e a salvação. Tenhamos, pois, confiança no Senhor que nos ama sempre, independentemente das nossas personalidades, das nossas opções, das nossas convicções. Ele é um Deus compassivo e cheio de misericórdia para com todos.

Louvemo-Lo:

"Os que se fizeram ao mar em seus navios,
a fim de labutar na imensidão das águas,
esses viram os prodígios do Senhor
e as suas maravilhas no alto mar.

À sua palavra, soprou um vento de tempestade,
que fez encapelar as ondas:
subiam até aos céus, desciam até ao abismo,
lutavam entre a vida e a morte.

Na sua angústia invocaram o Senhor
e Ele salvou-os da aflição.
Transformou o temporal em brisa suave
e as ondas do mar amainaram.

Alegraram-se ao vê-las acalmadas,
e Ele conduziu-os ao porto desejado.
Graças ao Senhor pela sua misericórdia,
pelos seus prodígios em favor dos homens."

Salmo 106 (107)
In "Bíblia Sagrada

13 junho 2009

«Elevo a árvore modesta»


A minha reflexão para este fim de semana, que partilho com todos vós, mesmo que apenas passem por aqui em silêncio:

Profecia de Ezequiel

«Do cimo do cedro frondoso, dos seus ramos mais altos,

Eu próprio arrancarei um ramo novo

e vou plantá-lo num monte muito alto.

Na excelsa montanha de Israel o plantarei

e ele lançará ramos e dará frutos

e tornar-se-á um cedro majestoso.

Nele farão ninho todas as aves,

toda a espécie de pássaros habitará à sombra dos seus ramos.

E todas as árvores do campo hão-de saber

que Eu sou o Senhor;

humilho a árvore elevada e elevo a árvore modesta,

faço secar a árvore verde e reverdeço a árvore seca.

Eu, o Senhor, digo e faço».

Ez 17, 22-24
In "Bíblia Sagrada"
Imagem obtida na net

11 junho 2009

Corpo de Deus - O Pão da Vida


"A Eucaristia é um dos sete sacramentos e foi instituído na Última Ceia, quando Jesus disse : ‘Este é o meu corpo...isto é o meu sangue... fazei isto em memória de mim’. Porque a Eucaristia foi celebrada pela 1ª vez na Quinta-Feira Santa, Corpus Christi se celebra sempre numa quinta-feira após o domingo depois de Pentecostes." (In Wikipédia)

Aqui estou, Senhor, a agradecer-Te
O quanto fazes por mim,
Na Tua dádiva constante na Eucaristia;
Que se tornou o Pão da minha Vida,
Que me sustenta,
Que me dá força no desalento,
Que me levanta quando me sinto abatida.

Graças Te dou, Senhor, por iluminares
O meu caminho, a minha vida.

Senhor, nunca me abandones e permite que
Seja sempre digna de habitares em mim!

Graças te dou, Senhor,
P'lo dia em que Te conheci!


(Ailime -11-0-06-09)
Imagm obtida a net

06 junho 2009

Solenidade da Santíssima Trindade

Ícone da Trindade: De Andrej Rublev (monge russo)

"A Solenidade que neste fim de semana é celebrada pela Igreja Católica não é um convite a decifrar o mistério que se esconde por detrás de “um Deus em três pessoas”; mas é um convite a contemplar o Deus que é amor, que é família, que é comunidade e que criou os homens para os fazer comungar nesse mistério de amor" (Comunidade Dehoniana)

~~~~~~~~~~~ ~~~~~~~~~~~~~~ ~~~~~~~~~~

Da: Espístola de S. Paulo aos Romanos

"Todos os que são conduzidos pelo Espírito de Deus

são filhos de Deus.

Vós não recebestes um espírito de escravidão

para recair no temor,

mas o Espírito de adopção filial,

pelo qual exclamamos: «Abba, Pai».

O próprio Espírito dá testemunho,

em união com o nosso espírito,

de que somos filhos de Deus.

Se somos filhos, também somos herdeiros,

herdeiros de Deus e herdeiros com Cristo;

se sofrermos com Ele,

também com Ele seremos glorificados."

In: "Bíblia Sagrada"
Imagem obtida na net

31 maio 2009

Solenidade de Pentecostes

Na solenidade de Pentecostes partilho com todos vós um cântico (Eu navegarei, na voz de Cleide Gomes) em louvor do Espírito Santo que nos ajuda a mergulhar neste mistério do Espírito, Dom de Deus, que nos foi concedido pela Sua infinita misericórdia e bondade.




Oração

Espírito Santo, Deus de amor, Concede-me:
Uma inteligência que Te conheça;
Uma angústia que Te procure;
Uma sabedoria que Te encontre;
Uma vida que Te agrade;
Uma perseverança que, enfim, Te possua.
Amém.

De: S. Tomás de Aquino

23 maio 2009

A paz sem vencedor e sem vencidos

"Dai-nos Senhor a paz que vos pedimos

A paz sem vencedor e sem vencidos

Que o tempo que nos deste seja um novo

Recomeço de esperança e de justiça.

Dai-nos Senhor a paz que vos pedimos

A paz sem vencedor e sem vencidos

Erguei o nosso ser à transparência

Para podermos ler melhor a vida

Para entendermos vosso mandamento

Para que venha a nós o vosso reino

Dai-nos

A paz sem vencedor e sem vencidos

Fazei Senhor que a paz seja de todos

Dai-nos a paz que nasce da verdade

Dai-nos a paz que nasce da justiça

Dai-nos a paz chamada liberdade

Dai-nos Senhor paz que vos pedimos

A paz sem vencedor e sem vencidos"


De: Sophia de Mello Breyner Andresen
Imagem obtida na net

17 maio 2009

Já não vos chamo servos, mas amigos


“Se alguém Me ama, guardará a minha palavra.
Meu Pai o amará e faremos nele a nossa morada”.

A Igreja propõe-nos, hoje, para reflexão um excerto do Evangelho de S. João, o discípulo “amado de Jesus.”
É considerado por muitos historiadores o Evangelista do amor.

João 15,9-17

«Assim como o Pai me tem amor, assim Eu vos amo a vós.
Permanecei no meu amor.
Se guardardes os meus mandamentos,
permanecereis no meu amor.
Assim como Eu que tenho guardado os mandamentos de meu Pai,
também permaneço no seu amor.
Manifestei-vos estas coisas,
para que esteja em vós a minha alegria,
e a vossa alegria seja completa.
É este o meu mandamento:
que vos ameis uns aos outros, como Eu vos amei.
Ninguém tem mais amor
do que aquele que dá a vida pelos amigos.
Vós sois meus amigos, se fizerdes o que Eu vos mando.
Já não vos chamo servos,
porque o servo não sabe o que faz o seu senhor;
mas a vós chamei-vos amigos,
porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi a meu Pai.
Não fostes vós que Me escolhestes;
fui Eu que vos escolhi e destinei,
para que vades e deis fruto
e o vosso fruto permaneça.
E assim, tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome,
Ele vo-lo concederá.
É isto o que vos mando:

que vos ameis uns aos outros».

In Bíblia Sagrada
Imagem obtida na net

09 maio 2009

Senhor ensina-me...

Senhor ensina-me a contemplar cada outro
com os Teus olhos misericordiosos.
Senhor ensina-me a transmitir paz
a todos quantos me cercam.

Senhor ensina-me a que não me feche em mim
para difundir alegria, serenidade e compreensão
a todos os que se cruzam comigo.

Senhor ensina-me a despojar-me dos meus bens
e a reparti-los com os que mais necessitam.

Senhor ensina-me a entender os outros
quando estou num lugar de poder
e concede-me a Tua Sabedoria
para não os humilhar.

Senhor ensina-me a viver neste mundo
onde os bens superficiais imperam
e onde a espiritualidade é apenas palavra vã.

Senhor ensina-me a agradecer-Te
tudo o que de bom me concedeste:
a minha família,
os meus amigos,
a natureza majestosa,
que na Tua generosidade me ofertaste!

Senhor ensina-me a amar tudo e todos,
como Tu me amaste.
Senhor ensina-me a nada ser
para fazer a Tua vontade.


Ailime
09.05.2009
Imagem obtida na net