01 maio 2008

Uma palavra aos emigrantes


Para os portugueses que, pela precariedade de emprego existente no nosso país, porque os governantes não pretendem criar condições para os manter ligados ao desenvolvimento do mesmo ou por outro motivo ((qualquer (?)), se encontram a trabalhar em outras paragens distantes das suas famílias, dos seus amigos e, em especial para o meu filho S., deixo aqui neste meu humilde cantinho, um grande beijo de saudade, pedindo para todos a protecção divina!
Deste lado os nossos corações (o meu coração) estarão sempre a palpitar e a desejar que um dia Portugal se transforme num "imenso Portugal", como disse o poeta (Chico Buarque) e possa albergar todos aqueles que vão para outros países, outros continentes, procurar os seus ideais numa tentativa de concretizar os seus sonhos...
Que nunca desistam, nós continuaremos a esperá-los!...
Abraço apertado!
Emília

(Ailime)

7 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Rica mãe,

    Cá estou eu, no seu blogue, o filho distante. Muito obrigado pelas palavras, eu tb tenho saudades de vocês, mas agora a vida decorre aqui. Se não me der o badagaio antes, vejo-a daqui a menos de 2 meses, já falta pouco! Hoje, eu e mais alguns colegas, almoçamos com uma das rainhas da nossa área, uma senhora alemã já muito velhinha, uma pioneira, Elisabeth Knust, que está de visita. A ver. Beijinhos!!
    Sérgio

    ResponderEliminar
  3. Olá, meu filho!
    Obrigada pelas tuas palavras!
    É verdade, as férias estão cada vez mais próximas!
    Desejo-vos um bom almoço e que tirem o melhor proveito do convívio com essa "Senhora".
    Beijinhos da mãe!

    ResponderEliminar
  4. Olá Sérgio! Olá Madrinha! olá a todos!
    realmente este país nem sempre nos faz felizes... é preciso lutar, acreditar e sonhar!!! "O sonho comanda a vida!!!" beijocas grds aos dois

    ResponderEliminar
  5. Obrigado pela visita ao meu Mar de Sonhos e pelas simpaticas palavras deixadas no meu canto.

    Quero assim agradecer e retribuir a visita, mergulhando nas ondas das tuas palavras, no licor dos teus textos e descobrir a essência dos sentimentos.

    Parabéns

    Com amizade
    Luis

    ResponderEliminar
  6. Quero agradecer à Kiduchinha as palavras sempre simpáticas que me dirige.
    Para o Luís devo dizer que foi uma agradável surpresa a visita e, em especial, as palavras com que me brindou!
    Bem haja!
    Felicidades para ambos!
    Emília
    (Ailime)

    ResponderEliminar

«Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.»
(João 14:6)
Muito obrigada por me ajudar a caminhar com Cristo!
Ailime