08 setembro 2010

Homenagem a Madre Teresa de Calcutá (26.08.1910 - 05.09.1997)


Por motivos técnicos no meu computador só hoje pude deixar o "post" que tinha preparado para colocar no  passado dia 05/09 de homenagem a esta Grande e Santa Mulher,  por quem tenho uma enorme admiração e veneração - Madre Teresa de Calcutá.

.....................................................................................................................................................................
Hoje (05.09), passados 13 anos após a sua partida para o Pai, relembro e presto a minha simples homenagem a Madre Teresa de Calcutá, esta Enorme Mulher do séc. XX, que deixou bem patente o seu amor aos mais desprotegidos, aos mais abandonados, aos doentes e famintos, a quem se entregou por inteiro durante toda a sua vida, encarnando verdadeiramente a mensagem de Jesus Cristo. 


Uma pequena biografia de Madre Teresa:


“Agnes Gonxha Bojaxhiu nome de baptismo da que ficou mundialmente conhecida por Madre Teresa de Calcutá nasceu na Albânia (então Macedónia) em 26-08-1910 e tornou-se cidadã indiana, em 1948. Prémio Nobel da Paz em 1979. Oriunda de uma família católica, aos doze anos já estava determinada a ser missionária. Começou por fazer votos na congregação das Irmãs de Nossa Senhora do Loreto, aos 18 anos, na Irlanda, onde viveu. A sua vida na Índia, começou como professora só ao fim de dez anos sentiu necessidade de criar a congregação das Irmãs da Caridade e dedicar a sua longa vida aos pobres abandonados e mais desprotegidos de Calcutá. Entre as suas prioridades estava matar a fome e ensinar a ler aos "mais pobres entre os pobres", bem como a leprosos, portadores de SIDA e mulheres abandonadas. Depois do Prémio Nobel, em 1979, passou a ser muito conhecida e as Irmãs da Caridade estão em centenas de países do Mundo. O seu exemplo de dedicação sem temer contrair doenças contagiosas, a sua vida exemplar, sempre na sua fé católica deram-lhe, em vida, a certeza de que era santa.
Madre Teresa faleceu na Índia, aos 87 anos, em 5 de Setembro de 1997.
Aguarda-se a sua canonização.”


Algumas reflexões e pensamentos de Madre Teresa:

"Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar.
Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota.

Quando descanso?
Descanso no amor.

Todas as nossas palavras serão inúteis se não brotarem do fundo do coração.
As palavras que não dão luz aumentam a escuridão.

É fácil amar os que estão longe. Mas nem sempre é fácil amar os que vivem ao nosso lado.

A todos os que sofrem e estão sós, dai sempre um sorriso de alegria. Não lhes proporciones apenas os vossos cuidados, mas também o vosso coração. 

Tenha sempre presente que a pele se enruga, o cabelo embranquece, os dias convertem-se em anos...Mas o que é importante não muda... a tua força e convicção não tem idade. O teu espírito é como qualquer teia de aranha. Atrás de cada linha de chegada, há uma de partida."


Ailime
08..09.2010
Imagens cedidas gentilmente pela Net

10 comentários:

  1. Querida amiga,

    bela homenagem. Uma inspiração de vida e de amor,

    beijinhos

    Gisele

    ResponderEliminar
  2. Amiga,

    "É fácil amar os que estão longe. Mas nem sempre é fácil amar os que vivem ao nosso lado."

    Como é verdade esta frase!
    Por isso os amigos virtuais, são especiais e têm tudo de bom...não estamos no convívio...não dá para sentirmos os defeitos, que por vezes são muitos, os cheiros, as manias, por vezes a falta de higiene...enfim, tudo aquilo que nos incomoda ao contactarmos de perto com a pessoa em si.
    Esta MULHER foi mesmo muito especial e bem-haja por nos fazer relembrar a vida e obra desta Santa Senhora.
    Forte abraço
    Mer

    ResponderEliminar
  3. Amiga
    Gosto imenso da Madre Teresa de Calcuta
    Possamos nós também seguir os seus passos.
    Beijinhos
    Utilia

    ResponderEliminar
  4. que linda homenagem deixas-te aqui a nossa maravilhosa madre teresa , uma santa que não há igual , carinhosa , sem palavras para descrever esta magnifica mulher ..
    obrigada pela linda partilha .
    beijo -..

    ResponderEliminar
  5. Estimada e Preciosa Amiga:
    Uma homenagem merecida. A minha Amiga Enorme encanta em tudo o que faz.
    Registo:
    "...“Agnes Gonxha Bojaxhiu nome de baptismo da que ficou mundialmente conhecida por Madre Teresa de Calcutá nasceu na Albânia (então Macedónia) em 26-08-1910 e tornou-se cidadã indiana, em 1948. Prémio Nobel da Paz em 1979. Oriunda de uma família católica, aos doze anos já estava determinada a ser missionária..."
    Um nome a ter que jamais esquecerei.
    Uma Mulher íntegra, exemplar e de fascinar pelas atitudes e pelos gestos em prol da Humanidade.
    Adorei, fantástica amiga enorme.
    Só concebe beleza humana, tal como é e significa.
    Com respeito imenso.
    Beijinhos amigos agradecidos pela ternura expressa sempre no meu blogue.
    Sempre a admirar o que confecciona com fascínio.

    pena

    MUITO OBRIGADO pela sua amizade sincera. É recíproca.
    Parabéns pela preciosidade humana que é.
    É fantástica.

    ResponderEliminar
  6. Uma linda homenagem e merecida essa pequenina grande mulher que dedicou a sua vida ao amor á dádiva pura que é não só repartir mas dar, um grande ser que de certeza esta a continuar a sua elevação espiritual em outros planos
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. A vida dos Santos sempre nos deve ser inspiradora.

    Obrigada!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Emociona-me a vida incansável de amor, dedicação e a humildade dessa que tenho como uma missionária de Jesus!
    Um bjo

    ResponderEliminar
  9. Um Beijinho, amiga preciosa de sonho.
    Viva sempre na Palavra Dele. Siga sempre o percurso existencial certo.
    Bem-Haja, pela amizade e simpatia.
    É uma pessoa notável e enorme.
    Parabéns. É extraordinária.
    Beijinhos amigos agradecidos ao seu talento.
    Com respeito e sempre a admirá-la

    pena

    MUITO OBRIGADO pela visita de sonho.
    Bem-Haja, linda amiga de bem.
    Adorei.

    ResponderEliminar
  10. TERESA DE CALCUTÁ

    Ela morava perto dos telhados,
    das nuvens, dos passarinhos.
    Mas sempre olhava o que acontecia
    fora do alcance de seu muro,
    de seu ninho...

    Teresa escutou a voz que ecoou há dois mil anos.
    E sem planejar o futuro,
    achou verdades iluminadas
    e o caminho do equilíbrio
    na face de um mendigo,
    nos olhos do Crucificado.

    O perfume que exalava,
    o som de sua voz,
    foram lentamente modelando
    a alma dura dos homens.

    E seu coração dia a dia se dilatava,
    revestindo suas entranhas de misericórdia
    pela dor dos homens.


    Ela tinha a semente da compaixão no coração.
    Ela viu de perto os pobres, os mendicantes,
    as crianças nas sarjetas, as lastimáveis prostitutas
    nas ruas, nas favelas, prisioneiros da miséria e da lepra.

    Carregava o fardo amargo
    deste mundo imundo,
    num corpo frágil,
    vergado ao peso da cruz da pobreza.

    Mas a mão do Senhor estava sobre ela
    recolhendo as espigas caídas.
    A mão do Senhor a tocou
    e ela adormeceu...
    para acordar em outra vida.

    Teresa voltou para casa
    com uma chuva de rosas
    de Quem seguiu as pegadas.

    Regina Rousseau

    ResponderEliminar

«Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.»
(João 14:6)
Muito obrigada por me ajudar a caminhar com Cristo!
Ailime